domingo, outubro 16, 2005

“Supernature” (2005), Goldfrapp



OOH LA LA

Passados dois anos desde a edição de “Black Cherry”, os Goldfrapp voltam à carga com um álbum bastante dançável e a transbordar glam-rock por todos os lados. Assim é “Supernature”.

Se o primeiro álbum da banda (“Felt Mountain”) consistia em ambientes celestiais e puros, já o segundo (“Black Cherry”) era assumidamente mais perverso e sensual. Com estes dois extremos é difícil criar uma terceira categoria para o novo álbum pois o céu e a terra já tinham sido musicalmente explorados. Talvez por essa razão “Supernature” seja um álbum pouco original e que em muitos pontos coincide com “Black Cherry”.

Em termos gerais “Supernature” é um álbum que se ouve bem, com músicas de um electro-pop bastante dançável e cativante. Mas quando já vamos a meio do álbum as músicas começam a ser cansativas pois, à excepção de “Let it take you” e “Time out from the world”, todas as outras têm uma batida muito acelerada que acaba por fartar.
“Black Cherry”, que também explorou esta vertente mais electrónica repleta de sintetizadores, conseguiu mediar melhor a dosagem deste ritmo frenético com músicas mais calmas e, por isso, mostrou ser um álbum superior.

“Supernature”, apesar de não ser original, tem temas que se devem ouvir com especial atenção: o primeiro single completamente viciante “Ooh la la”, “Ride a white horse”, “Slide in”,“Koko” e “Number 1”.

6/10

6 comentários:

Spaceboy disse...

Concordo com a tua análise, sendo que já falei deste disco no meu blog também. É um álbum com boas canções, mas que são um pouco inferiores às dos antigos albuns.

Julio disse...

Joaninha: tens toda a razao. Mas isso nao tira o valor ao album! so 6? Oh LALA lol! a musica eh boa dmais pra isso! Tens q ouvir com mais atencao ;)
as outras q mencionaste tmb sao as melhores, smp na ponta do bom gosto tu ;)
e por ter lido a tua critica, vou pegar no cd e po/lo a tocar, ate ja!*

Joana C. disse...

Júlio:para mim um álbum que não é muito original perde algum valor. no entanto o álbum é bonzito, a nota 6 não é mau de todo :D
amt*

gonn1000 disse...

Pois dei 3/5, que equivale ao teu 6/10. É bom e não envergonha ninguém, mas também não se integra no grupo de discos marcantes...

H. disse...

prefiro o anterior. este é demasiado semelhante...

Anónimo disse...

Where did you find it? Interesting read film editing schools