terça-feira, setembro 06, 2005

"LCD Soundsystem" (2005), LCD Soundsystem



Dançar o pós-punk

Não é por acaso que a capa do álbum de estreia homónimo dos LCD Soundsystem tem uma bola de espelhos. Fica logo o prenúncio de que este é um disco de dança que evoca os ambientes fumarentos e underground dos clubes nocturnos da década de 80.

James Murphy, o mentor do grupo, conta com um passado recheado de experiências musicais que se centraram basicamente no indie rock, razão pela qual “LCD Soundsystem” (o disco)não poder ser catalogado como sendo apenas um disco de dança. É antes uma fusão da música que se faz há vinte anos: batidas electrónicas, rock revivalista, pop psicadélico, pós-punk e muito, muito ritmo.
Se por um lado temos a loucura exagerada em “Daft Punk is playing at my house” (na minha opinião a música com o título mais original do ano), por outro temos “Never as tired as when i´m waking up”, uma balada suavemente pop.
Logo a seguir encontramos “On repeat” que tal como o título sugere, é apenas a repetição exaustiva de ritmos e palavras. O ponto mais baixo do álbum.
Não posso deixar de salientar as melhores músicas de “LCD Soudsystem”: “Tribulations” e “Disco Infiltrator” que têm em comum as batidas electrónicas bastante atraentes que apelam (e muito) a dar um salto à pista de dança.

“LCD Soundsystem” é composto ainda por um cd extra com os primeiros singles que o grupo compôs e que não acrescentam em muito o que já ouvimos no primeiro álbum.
Destaque para “Give it up” e “Yeah (Crass version)”.


7/10

3 comentários:

J disse...

oico oico oico e oico e n me canso n me canso e n me canso!
era giro ouvir isto a caminho do pao ehe
*
JV

Spaceboy disse...

Adoro o disco e ao vivo eles abusam! Adorava por vê-los uma vez mais, mas por enquanto vou-me deliciando com o disco!

Anónimo disse...

That's a great story. Waiting for more. film editing classes