segunda-feira, abril 17, 2006

“Basic Instinct 2” (2006), Michael Caton-Jones



Instintos do mais básico que há

A sedutora Catherine Tramell faz já parte do imaginário (principalmente masculino) cinematográfico. O seu descruzar de pernas enquanto estava a ser interrogada no filme “Basic Instinct” de 1992 tornou-se uma das mais famosas cenas do cinema não só pela carga erótica que carrega mas também por ser uma cena onde o papel manipulador e controlador ser de uma mulher. Sharon Stone transformou-se numa estrela com essa personagem e nunca mais conseguiu livrar-se da pele de femme fatale.
Faz sentido fazer uma sequela do thriller mais famoso do mundo? A resposta é definitivamente não após visionarmos “Basic Instinct 2”.

Catherine Tramell (Sharon Stone), a popular escritora de policiais eróticos, é suspeita de ter morto o seu namorado, um famoso desportista.
O psiquiatra Michael Glass (David Morrissey) fica responsável pela avaliação daquela misteriosa e aliciante mulher. Entre ambos há, desde logo, uma intensa atracção. Michael deixa-se seduzir por Catherine que o envolve num jogo de mentiras, sexo e morte. Mas a questão que se coloca é: será que é Catherine que manipula Michael ou é o contrário que se passa?

“Basic Instinct 2” tem um argumento bastante fraco apesar de dar ares de ser muito rebuscado. As falas de teor sexual que acompanham o filme todo são, muitas vezes, ridículas e despropositadas enquanto que o actor principal, David Morrissey, consegue a proeza de ser um mero boneco ao não exprimir qualquer sentimento.
Os ambientes sofisticados, principalmente a casa de Catherine e o consultório de Glass, são os pontos mais favoráveis desta sequela tão básica.

*

8 comentários:

Júlio disse...

"Instintos do mais básico que há"
Nem valia a pena dizer mais nada xD
*

João D. disse...

bem,quando abri o blog apareceu-me primeiro a parte das estrelas...quando só vi uma ia-me dando um ataque porque julgava que tavas a falar do "inside man"...Sim porque se só lhe deres uma letra, vou espalhar pela faculdade qualquer coisa de que eu me hei de lembrar e depois tas lixada...ou não. Pronto dou-te um tiro se só deres uma estrela.

E sim, esse filme deve ser bem mauzinho, para ser simpatico.

Joana C. disse...

júlio: é consensual, lol. ***

joão: podes ficar descansado porque gostei muito do "Inside Man". Este é que pronto..também não esperava grande coisa.

João D. disse...

Pronto agora ja vou ter sonhos cor de rosa e tal :) fiquem bem.

gonn1000 disse...

Dizer que "Instinto Fatal" é o thriller mais famoso do mundo parece-me algo exagerado.

Joana C. disse...

gonn1000: se não é o mais famoso anda lá perto. é daqueles filmes que toda a gente conhece e mesmo quem não viu reconhece imediatamente.

Hugo Alves disse...

Precisamente: conhece-se e reconhece-se à distância. Daí que esta sequela fosse totalmente desnecessária...

H. disse...

mau. muito mau...
pouco há a acrescentar ;)