quarta-feira, fevereiro 01, 2006

“Memoirs of a geisha” (2006), Rob Marshall



Remember, Chiyo, geisha are not courtesans. And we are not wives. We sell our skills, not our bodies. We create another secret world, a place only of beauty. The very word "geisha" means artist and to be a geisha is to be judged as a moving work of art.

Baseado no romance de Arthur Golden, “Memoirs of a geisha” retrata a vida de Chiyo, uma menina que aos nove anos foi vendida pela sua família de pescadores a uma casa de gueixas em Quioto.
Anos mais tarde, esta mesma menina vem a tornar-se numa das mais célebres e reconhecidas gueixas do Japão dos anos 30, Sayuri (Ziyi Zhang).
Num mundo repleto de rituais, segredos, invejas e tradições ancestrais, Sayuri pretende seguir os seus sentimentos, algo que era proibido a alguém da sua condição.

Depois do muito sobrevalorizado “Chicago”, Rob Marshall regressa às grandes produções hollywoodescas para transpor para cinema o aclamado romance.
Com uma fotografia, cenários, guarda-roupa e banda-sonora de excelência, “Memoirs of a geisha” é uma boa adaptação da obra de Arthur Golden, apesar de nunca a superar.
O elenco oriental (chinês, e não japonês como seria de esperar…) nem sempre consegue ser convincente, uma vez que não utiliza a sua língua materna. Este é, na minha opinião, o ponto mais fraco do filme pois seria muito mais interessante e real vermos gueixas a falarem japonês em vez de inglês.
Destaque para Ziyi Zhang e Gong Li (que desempenha o papel da perversa Hatsumomo, a rival de Sayuri).

* * *

6 comentários:

André Batista disse...

Estou "mortinho" por ir vê-lo :D Bela análise, Cumps. !

H. disse...

concordo plenamente ctgo qto ao facto de o ponto mais fraco ser a questão da língua!
ñ me desapontou ms tb ñ me arrebatou...
análise em breve ;)

João D. disse...

é daquele tipo de filmes que não me desperta minimamente o interesse, nem sei porquê... Não lhe acho piada pronto.

Espero que a aula de italiano tenha sido boa miúda.

Júlio disse...

Não me agradou nem me desagradou. Se n fosses tu acho que não teria ido ver :P
Concordo ctg qnd dizes q a língua foi o maior entrave para o sucesso do filme. As danças são, por outro lado, dos melhores momentos.
Pelo que sei gostaste mais do livro.
O filme viu-se.
Am.t

Joana C. disse...

João: a aula foi tão "interessante" como as outras todas...lol.
eu por acaso estava bastante curiosa para ver o filme, uma vez que li o livro e adorei :D

Júlio: as cenas de dança estão muito bonitas :) e sim, o livro é bem melhor que o filme. amt***

Anónimo disse...

Keep up the good work Are weight loss supplements safe Boxing toy Jetts boating store in virginia cernics suzuki Buy domain levitra online.0catch.com motorcyle suzuki engine1000ccsuzuki engine Fort walton beach florida celebrex lawyer Asko dishwasher Suzuki rm60 parts Anonymous parental control Suzuki savage club Dsl rebate sbc yahoo Spell check free software new Geodon side effects seroquel Seishin kia