domingo, fevereiro 12, 2006

“Thumbsucker” (2006), Mike Mills



Os inadaptados

Inserindo-se naquele estilo que consideramos como cinema independente, “Thumbsucker” descreve-nos a vida de um adolescente de um qualquer subúrbio americano que tem como vício chupar no dedo. Mas este mau hábito é apenas um pretexto que nos conduz para a vida deste jovem inadaptado e para seus problemas existenciais.

Realizador especialista na área dos videoclips musicais e a quem os Air homenagearam numa música do seu álbum “Talkie Walkie”, Mike Mills não teve grande imaginação neste filme.
O argumento por si só, apesar de original e, de certa forma, excêntrico, nunca consegue atingir um patamar que ultrapassa a mediania. Ficamos com a sensação de que Mike Mills pretendia ir muito mais além com este “Thumbsucker” mas que sofreu de uma quebra de criatividade.
No entanto, os seus ingredientes indie e a banda sonora recheada de Elliot Smith são pontos a favor nesta primeira longa-metragem do realizador.

* *

5 comentários:

gonn1000 disse...

Não é um grande filme, não traz nada de novo a domínios indie, mas os actores, argumento e banda-sonora justificam o visionamento. 3/5

H. disse...

A banda sonora é fabulosa! Mas, como dizes, o filme fica-se pelo mediano...
5/10...

Princesa Sisi disse...

pa andas a ver mtos filmes maus! cuidado hein!

membio disse...

desculpem por dizer, mas é "Thumbsucker" e não "thumsucker" ...

Júlio disse...

Achei muito fraquito. Parábola talvez interessante, mas ainda assim pouco explorada.