terça-feira, setembro 20, 2005

“Red eye” (2005), Wes Craven



Sometimes bad things happen to good people.

Lisa (Rachel McAdams), uma jovem gerente de um hotel de luxo, vê-se obrigada a viajar para Dallas uma vez que a sua avó faleceu. No regresso, o seu medo e pânico de andar de avião parecem desaparecer quando descobre que o passageiro que viaja a seu lado, Jack Rippner (Cillian Murphy), é um assassino profissional encarregue de matar um importante político que se encontra hospedado no hotel onde Lisa trabalha.
Jack quer que Lisa colabore na sua missão e, para a convencer, ameaça matar o seu pai.
Encurralada, Lisa vai ter que tomar uma decisão.

Wes Craven, realizador da famosa trilogia de terror adolescente “Scream”, volta a fazer um filme que muito fica a dever à originalidade.
Se “Red Eye” nos parece minimamente interessante e empolgante até às cenas passadas dentro do avião (o próprio espaço é bem utilizado como uma personagem sufocante e claustrofóbica) a partir daí toda a emoção e suspense desaparecem.
“Red eye” é um conjunto de lugares comuns e toda a matéria que já foi utilizada neste tipo de thrillers está lá. De novo só mesmo o elenco que até é bastante convincente.

*

4 comentários:

Julio disse...

Grande seca. E tem umas cenas que pronto.. mesmo ah filme lol
concordo com o q disseste, tmb n dou mais que uma*.
Mas as sessoes valem sempre a pena ;)
bjs*

Joana C. disse...

:)
realmente é bem fraquinho.
***

H. disse...

sobretudo a última parte é pco original... de qq forma há pr aí coisas bem piores no género e o par protagonista, embora pco conhecido, é bastante convincente. O Cillian Murphy deixou-me sobretudo bastante expectante qto ao seu futuro no cinema...

Joana C. disse...

os protagonistas não estão nada mal, de facto. o pior é todo o resto.