quinta-feira, fevereiro 08, 2007

“Scoop” (2007), Woody Allen



I was born of the Hebrew persuasion, but I converted to narcissism.

Depois de ter estreado o ano passado um dos melhores filmes de 2006, o negro “Match Point”, Woody Allen volta à comédia com “Scoop”.
De novo com Inglaterra como cenário e com Scarlett Johansson no papel feminino principal, “Scoop” vem demonstrar como Allen não se esqueceu de como se faz uma boa comédia, com um texto inteligente e uma escolha de actores bastante acertada.

Sondra Pransky (Scarlett Johansson) é uma jovem estudante de jornalismo que recebe uma enigmática visita do fantasma de um jornalista que morreu e que tem para lhe oferecer uma história bombástica. O jornalista revela a Sondra novas pistas sobre o “Assassino da Carta de Tarot”, um serial-killer que mata mulheres de cabelo curto e escuro. Com a ajuda de um mágico desastrado (o próprio Woody Allen), a investigação leva Sondra até Peter Lyman (Hugh Jackman), um galante e charmoso homem de negócios.

Esta nova comédia de Woody Allen não está ao nível de “Match Point” mas também não desilude ninguém. Com os diálogos frenéticos a que Allen nos habituou, “Scoop” é uma divertida comédia que, à semelhança do seu filme “The Curse of the Jade Scorpion” de 2001, tem como pano de fundo o universo da magia.

Scarlett Johansson, que não costumamos ver em papéis cómicos, saiu-se bastante bem em “Scoop”. Há quem veja no seu papel uma espécie de Allen no feminino, tal é a semelhança dos tiques e da maneira de falar. Woody Allen e Hugh Jackman também estão bastante bem nos seus papéis em tudo divergentes.

* * * *

6 comentários:

Roberto Queiroz disse...

Eu estou mais ansioso para ver Scoop do que estava para ver Match Point (você vê como é um diretor voltar ao topo em grande estilo, o que ele faz com nós, espectadores). Atualmente Allen escolheu a Europa como reduto para seus filmes (saindo um pouco da nova york que ele tanto gosta de mostrar) e isso parece estar fazendo bem a sua carreira. Primeria vez que entro aqui e gostei muito. Ganhaste mais um leitor.

Meu outro blog:
(http://claque-te.blogspot.com)

Joana C. disse...

roberto: obrigada :) também visitarei o teu blog.

Júlio disse...

Ah, filme espectacular.

wasted blues disse...

Mais uma fã do filme! :)

Knoxville disse...

E outro aqui. Splendini é... digamos... genial? Allen é mestre do seu próprio humor e volta a demonstrá-lo :)

Charlotte disse...

vi hoje =) gostei bastante, ainda dei umas boas gargalhadas, Allen é aquela base =P
beijinhos*** boas férias